FEMUSC | Banda encanta o público com clássicos do cinema

O palco da SCAR foi tomado pelo brilho dos instrumentos de metais na noite deste domingo, com a Banda Sinfônica do FEMUSC. Desta vez, os instrumentos de sopro e percussão foram as estrelas. Flautas, clarinetes, oboés e tubas estavam na linha de frente, todos regidos pelo carismático maestro alemão Dietmar Wiedmann.

A abertura do Grande Concerto se deu com a vibrante melodia de “Olympica”, do compositor belga contemporâneo Jan Van Der Roost. Em seguida, a colombiana e aluna do programa de Canto Lírico do FEMUSC, Julie Fernandez, apresentou junto à Banda Sinfônica “Cinco canções populares para soprano e branda”, do compositor Bernard Gilmore.

A terceira obra da noite foi a peça épica “The witch and the saint”, de Steven Reineke, que conta a história das gêmeas Helena e Sibila, ambientada na Alemanha de 1588. O público pode experimentar momentos de mistério e melancolia de um poderoso enredo medieval, que fala sobre os diferentes julgamentos da sociedade contra as irmãs que possuíam o mesmo dom.

Uma das apresentações mais populares do festival, “Star Wars Saga” permitiu ao público reviver os principais temas da trilha sonora clássica. As obras costumavam fazer parte do programa teatral da Sinfonietta, mas nesta edição ganhou força com os metais da Banda Sinfônica. Os músicos ficaram de pé para receber os aplausos do público.

Para encerrar o grande concerto, mais um clássico das telas de cinema. “James Bond Themes” trouxe desde a trilha dos filmes mais antigos até “Skyfall”, de Adele, aprensentada aqui na voz da solista Julie Fernandez. Após os aplausos, o maestro repetiu a dose de “Skyfall” para agradar o público.

Fonte: Assessoria Femusc

FEMUSC | Tributo a Mozart é destaque nesta sexta-feira

Sexta-feira, 22, é dia de palco lotado na Sociedade Cultura Artística (SCAR) de Jaraguá do Sul/SC: as primeiras orquestras vão ao centro da cena do Festival de Música de Santa Catarina para interpretar obras consagradas de Maurice Ravel e Heitor Villa-Lobos e prestar tributo a Wolfgang Amadeus Mozart, expoente do período clássico. As aulas e apresentações seguem em Jaraguá do Sul e região até o dia 30 de janeiro.