Nesta terça-feira tem programação cultural no Petit Jardin

Embalada pelo sucesso de público no projeto “Terça Cultural” do Petit Jardin Café e Bistro, que teve início em março, a casa abre as portas para o lançamento de outra grande obra, nesta terça-feira (12).

12980925_1167951073235946_955171112_o

“Crimes em Nome de Deus”, escrito por Fernando Bastos, discute o problema do uso da religião como instrumento de opressão, tortura, perseguição, preconceitos, guerras e assassinatos.

Além de apoiar artistas locais o Petit Jardin pretende incentivar a participação da comunidade em eventos direcionados a arte, cultura e educação, através da promoção de eventos culturais gratuitos todas as segundas terças-feiras de cada mês. No lançamento haverá apresentação do livro e um momento de diálogo sobre a obra, às 19h30.

Guaramirim: Ciranda Literária recebe Fernando Bastos

Acontece no próximo dia 23 , a partir das 19h30, na Biblioteca Municipal Professora Maria Iva Cabral da Luz, a terceira Ciranda Literária. O evento contará com a presença do escritor, cartunista e artista plástico, Fernando Bastos. O evento tem sido um sucesso e visa fortalecer a cultura literária no município.

Fernando Bastos nasceu em Jaraguá do Sul, mas reside em Guaramirim desde 2009. É cartunista, artista plástico e estudioso de religiões.

Sobre os livros já lançados por Fernando Bastos

“Teofania” (Design editora, 2009) é uma ficção, que ajudará o leitor a entender um dos principais motivos de disputa entre cristãos, judeus e muçulmanos: a alegação de que certos homens num passado remoto criaram leis e regras de comportamento instruídos por Deus.

“Crimes em nome de Deus” (Editora Multifoco, 2015) é um ensaio que tenta, entre outras coisas, entender por que a religião, que a princípio busca tornar o mundo mais pacífico e harmonioso, tem sido usada por muitos líderes para justificar guerras, perseguições, mortes e sofrimento a milhões de pessoas inocentes.

A Biblioteca Municipal está localizada na rua Irineu Vilela Veiga 222, Centro.

capass

Crédito das fotos (destaque e capa dos livros): Divulgação.

Ciranda Literária recebe Fernando Bastos

Ocorre nesta quarta-feira (25), às 19h, na Biblioteca Pública Municipal Rui Barbosa, a “Ciranda Literária – Livros e Café”. O evento que é gratuito tem como objetivo proporcionar um local em que as pessoas comentem sobre suas leituras, escritores e a literatura em geral, tendo, sempre que possível, a participação de, pelo menos, um autor convidado. A Ciranda Literária acontece sempre na última quarta-feira de cada mês.

Desta vez, o convidado será o cartunista, artista plástico e escritor Fernando Bastos que, desde 1999 estuda religiões, com ênfase nas abraâmicas, hinduísmo e budismo. O autor tem dois livros publicados sobre a temática: Teofania (2009) e Crimes em nome de Deus (2015). “Meu novo livro é um convite ao pensamento racional. É também um apelo para que cessem todo o derramamento de sangue e sofrimento de milhões de inocentes causados por pessoas que fazem mau uso da religião”.

INNER Editora lança 5ª edição do Guia ADEGA – Vinhos do Brasil

A INNER Editora lançou a 5ª edição do Guia ADEGA – Vinhos do Brasil, referente às safras de 2015 e 2016. O Guia traz um panorama completo da produção de vinhos do Brasil e pode ajudar a identificar os caminhos e tendências que a vitivinicultura brasileira está seguindo.

guiaadega201415pq_1_medium
Ao longo desses anos se destacou como o mais completo guia de vinhos brasileiros e, como não poderia ser diferente, atrai cada vez mais produtores interessados em participar. Somente nesta edição foram avaliados mais de 550 vinhos de mais de 70 regiões vitivinícolas do Brasil como; o Vale dos Vinhedos, Campanha Gaúcha, Campos de Cma, Serra Catarinense, Paraná, Vale do São Francisco, Minas Gerais, entre outras.

Assim como nas edições anteriores, as degustações foram realizadas às cegas e com todo rigor técnico necessário pela equipe de degustadores da Revista ADEGA – a maior referência em vinhos do Brasil.

Com um novo projeto gráfico, mais elegante, porém não menos prático e acessível ele ainda traz notas detalhadas de degustações, pontuações e sugestões de harmonização. O Guia é ideal para acompanhar interessados e leitores nas viagens e visitas a vinícolas e lojas de vinho.

O Guia ADEGA – Vinhos do Brasil já está disponível em www.lojaadega.com.br. E também nas principais livrarias do país.

Fonte: INNER Editora

Escritor Carlos H. Schroeder recebe prêmio nesta quarta-feira

Na próxima quarta-feira, dia 28 de outubro, às 19h, o escritor Carlos Henrique Schroeder (radicado há 15 anos em Jaraguá do Sul) receberá do presidente da Academia Catarinense de Letras (o órgão mais importante na difusão da literatura catarinense), Pinheiro Neto, prêmio por seu livro “As fantasias eletivas”, eleito pelos acadêmicos por unanimidade o melhor romance publicado em 2014. A cerimônia acontecerá na avenida Hercílio Luz, nº 47, sede da Academia de Letras.

as fantasias eletivas

“As fantasias eletivas” tem como mote a vida acidentada de um recepcionista de hotel chamado Renê, na turística Balneário Camboriú, que tenta reconstruir sua vida e encontra na amizade de Copi, um travesti obcecado por fotografias, uma alternativa para sua vida destruída. “É um livro que se passa no estado, é importante que seja reconhecido aqui” afirma o autor. Schroeder já conquistou o Prêmio Clarice Lispector, da Biblioteca Nacional, e Bolsas da Funarte e da Petrobras.

Carlos Schroeder lança romance ambientado nas enchentes de 2008

As fortes chuvas que castigaram Santa Catarina no ano de 2008 deixaram marcas profundas. O cenário de muitas cidades foi modificado, assim como a vida de milhares de pessoas, que, apesar do tempo, não se esquecem das enchentes, dos prejuízos e das vidas perdidas durante aqueles meses.

O balanço final do desastre contabilizou cerca de 60 cidades e mais de 1,5 milhão de pessoas afetadas, além de 135 mortes diretamente ligadas às inundações e deslizamentos de terras que tomaram conta do Estado. Nenhum catarinense ultrapassou imune tais situações. E, com a sensibilidade e a criatividade afiadas, o escritor Carlos Henrique Schroeder mergulhou nessa passagem recente da história de Santa Catarina para ambientar seu novo livro.

história da chuva - carlos h schroeder

Em ‘História da chuva’, o premiado autor apresenta os personagens Arthur e Lauro. Amigos, parceiros profissionais e diretores de um grupo de teatro de animação, eles vivenciam os dramas das enchentes, que acabam vitimando o primeiro. Assim, o romance começa relatando as incertezas de Lauro. Recém-divorciado e atordoado pela ausência do amigo, ele procura um sentido para a existência das próprias memórias.

A obra é narrada por um alter ego do autor, que procura, ao tentar criar um perfil de Arthur, descobrir o quanto o teatro e a arte ainda fazem sentido para sua existência. O livro funciona como um falso documentário, que parte de elementos reais e ficcionais para provar que não há limites entre o palco e o mundo.

Segundo Schroeder, ‘História da chuva’ é um livro que carrega muito dele mesmo. “Foi difícil escrevê-lo, por vários motivos, eu lembro bem daqueles meses em que a chuva não cessava, quando havia água por todos os lados”, destaca.

Pautado pelos fracassos pessoais dos personagens e do próprio narrador, Carlos, o escritor leva os leitores à reflexão e à releitura dos fracassos possíveis. “Essa é a história que interessa, a dos fracassos, pois a trajetória da vitória é geralmente única e sempre tem alguém para contar, mas a dos fracassos, não”, complementa.

‘História da chuva’ foi premiado com a Bolsa de Criação Literária do Programa Petrobras Cultural 2012. A obra leva o selo da editora Record e terá lançamentos em diversas cidades do Estado, além de importantes capitais. O primeiro evento ocorre na sexta-feira, 2 de outubro, às 19h, na Livraria Saraiva do Beiramar Shopping, em Florianópolis. Depois, o escritor segue para a Grafipel, em Jaraguá do Sul, no dia 3, e em 7 de outubro, ele conversa com os leitores na Livraria da Travessa Botafogo, no Rio de Janeiro. Finalizando a agenda, o autor ainda desembarca na Livraria Arte & Letra, em Curitiba, no dia 17, e na Livraria Scriptum, em Belo Horizonte, no dia 31.

Fonte: Entrelinhas Assessoria

Contação de história acontece neste sábado

Acontece neste sábado (12), às 10h30, na Biblioteca Pública Municipal Rui Barbosa, mais uma sessão de contação de história.

A atração deste mês será o espetáculo “A Bruxa conta Branca de Neve”, com a atriz Mery Petty. Na exibição, a bruxa elenca argumentos em defesa própria. Segundo ela, muitas razões a levaram a fazer o que fez e o fim da história nem era bem aquele. A apresentação tem cerca de 40 minutos. A entrada é gratuita e o evento destinado a todas as idades.

contao-de-histrias

Gisele Bündchen lança livro para comemorar 20 anos de carreira

Para celebrar os 20 anos de carreira, a top model Gisele Bündchen lança livro que reúne mais de 300 fotos de seus trabalhos, as quais foram escolhidas por ela mesma.

O livro que será publicado pela Taschen é uma edição de colecionador, com tiragem limitada de 1000 exemplares, com direção de arte assinada por Giobanni Bianco. O nu fotografado por Irving Penn, foi a escolha para a capa. O livro contará com imagens famosas da carreira de Gisele e depoimentos de amigos e familiares. O valor de cada exemplar é de US$ 700, cerca de R$ 2.700, e todos eles serão assinados pela modelo.

Entretanto, os 100 primeiros livros serão numerados, virão acompanhados de um pôster e custarão US$ 2000 (cerca de R$ 7.738). Com 536 páginas e capa dura, a publicação ainda não tem data marcada para chegar às lojas.

Ao longo dos 20 anos de carreira, Gisele conta com mais de mil capas de publicações de moda em todo o mundo, e já fez aproximadamente 450 desfiles, além de diversas campanhas publicitárias para marcas famosas, dentre elas, Chanel e Dolce&Gabbana.

Escritor Carlos Schroeder é semifinalista do Prêmio Oceanos

O Oceanos ‒ Prêmio de Literatura em Língua Portuguesa (antigo Prêmio Portugal Telecom) divulgou na última quarta-feira (9) a lista de semifinalistas: dos 592 livros inscritos de diversos países de língua portuguesa na etapa inicial, o júri composto por mais de 100 especialistas em literatura selecionou 63 obras.

as fantasias eletivas

O livro “As fantasias eletivas”, do escritor catarinense Carlos Henrique Schroeder, é um deles e está na lista oficial: continua no páreo por um dos quatro prêmios principais, que vão de R$ 30 mil até R$ 100 mil.

Veja aqui a lista completa dos 63 selecionados.

“As fantasias eletivas” tem como mote a vida acidentada de um recepcionista de hotel chamado Renê, na turística Balneário Camboriú, que tenta reconstruir sua vida e encontra na amizade de Copi, um travesti obcecado por fotografias, uma alternativa para sua vida destruída.  “É uma lista impressionante, com grandes livros, já me sinto premiado por estar entre esses nomes”, afirma Schroeder. Nascido em Trombudo Central, no Alto Vale do Itajaí, mas radicado em Jaraguá do Sul há pelo menos quinze anos, Schroeder já conquistou o Prêmio Clarice Lispector, da Biblioteca Nacional, e Bolsas da Funarte e da Petrobrás.

Prossegue até domingo a 9ª Feira do Livro

Para quem não visitou a 9ª Feira do Livro de Jaraguá do Sul ainda dá tempo. A programação prossegue até às 18h de domingo (21).

19 de junho – Sexta-feira

9h – Início das atividades no Galpão da leitura, teatros e salas de exposições;

9h, 10h, 14h e 15h30 – Contação de histórias: “Esses viajantes e suas historietas”, com a Cia Arte Negus (São Paulo/SP), no Pequeno Teatro Cabeça e Magreta são dois viajantes. Andaram por vários locais do Brasil, desde pequeníssimas vilas no meio do nada, até cidades cheias de cimento e asfalto. Descobriram que o que faz cada um desses lugares serem encantadores são as pessoas que neles vivem;

10h30 e 13h30 – Contação de histórias dem inglês: “Don’t let the pigeon drive the bus e If you give a mouse a cookie”, com professores Yázigi, no Espaço das histórias;

CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

14h – “Escrever e ilustrar para crianças”, com André Neves (Porto Alegre/RS), no Grande Teatro;

Um dos grandes nomes da literatura para criançasganhador do prêmio Jabuti de 2011 (melhor livro infantil) e 2013 (melhor ilustração de livro infantojuvenil), o autor e ilustrador é um fenômeno. Seu trabalho como ilustrador do livro “Sebastiana e Severina” foi selecionado para a mostra “XX Mostra Internazionale d’ Illustrazione per I’infanzia Stepan Zavrel”, na Itália. É autor dos livros infantis “Um Pé de Vento”, “Mestre Vitalino”, “A seca”, “Lino”, e outros.

15h – Lançamento do livro “Um Campeonato pela vida”, de Alexandre Veiga, no Espaço das histórias;

15h30 – Lançamento de “Darwin, um cãozinho mais que especial”, de Bruna Oenning Amador, no Espaço das histórias;

16h– Lançamento do livro “Vó Leninha em…O Aniversário de Isabela”, de Ana Paula de Abreu, no Espaço das histórias;

20h – Espetáculo “Do Cão Fez-se o Dia”, com a Cia Inominável de Teatro (Curitiba/PR);

Uma peça livremente inspirada no universo literário de Valter Hugo Mãe. Texto de Marcelo Bourscheid. Direção Lilyan de Souza e Marcelo Bourscheid. Um canto de esperança para um mundo em ruínas. A história de um país em guerra. Ou, talvez, o delírio de um menino que busca nos livros e nos sonhos as chaves para suportar a dor. Uma dor inventada. A dor do primeiro amor. Há um menino. Porque ele sonha, ele não sofre. Porque ele sonha, não há guerra. Porque ele sonha, ele tem uma namorada francesa. Chansons d’amour & Roberto Carlos. Ele tem uma irmã ruiva. Porque ele sonha, ela não é adotada. Ela não foi gerada em um estupro de guerra. Ele não precisa cuidar de uma família na qual todos vivem em um tempo congelado, no tempo em que a guerra era só uma matéria a se decorar nos livros de história. O menino sonha, e porque ele sonha, essa peça existe.

CLASSIFICAÇÃO: 14 ANOS

21h – Término das atividades no Galpão da leitura, teatros e salas de exposições.

Dia 20/06 –Sábado

9h – Início das atividades no Galpão da leitura, teatros e salas de exposições;

10h, 11h, 12h, 13h, 14h e 15h – Contação de histórias, no Espaço das histórias;

11h e 13h30 – Contação de histórias dem inglês: “Don’t let the pigeon drive the bus e If you give a mouse a cookie”, com professores Yázigi, no Espaço das histórias;

14 às 21h – Oficina de ilustração com Fábio Duda – Das 14h às 18h, no Espaço Multiuso 1;

15h – Lançamento do livro “Rio Caju – Uma viagem no tempo” de Luiz Gheno no Espaço das histórias;

16h – Show Infanti: Baquetinhá, com Grupo Baquetá (Curitiba/PR), no Grande Teatro;

O Grupo Baquetá apresenta composições próprias que falam do encantamento com o mundo, aprendizados da vida e lembranças, transportando crianças e adultos para um universo lúdico e musical. Jogos de mãos, cirandas, teatro de bonecos e acalantos também fazem parte dessa grande brincadeira que é o Baquetinhá.

Além disso, o espetáculo tem como base as expressões da cultura popular brasileira, sobretudo a afro-brasileira e os saberes indígenas, oferecendo aos espectadores a oportunidade de conhecer a variedade cultural de diversas regiões do Brasil, além de aprender sobre a história do seu país e dos seus antepassados.

CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

19h – Término das atividades no Galpão da leitura, teatros e salas de exposições.

21 de junho – Domingo

10h – Início das atividades no Galpão da leitura e salas de exposições;

10h, 11h, 12h, 13h, 14h e 15h – Contação de histórias, no Espaço das histórias;

14 às 21h – Oficina de ilustração com Fábio Duda – Das 14h às 18h, no Espaço Multiuso 1;

16h – Lançamento do livro “Travessia”, de Charles Zimmermann, no Espaço das histórias;

18h – Encerramento oficial da nona Feira do Livro de Jaraguá do Sul;

Exposições

“Achadouros da Infância”, de Fábio Dudas (Florianópolis/SC) De 11/06 a 21/06 – das 8h30 às 17h30 – Galeria de Artes Scar Extraído da obra Memórias Inventadas – A Infância, do poeta Manoel de Barros, este trecho traduz muito do trabalho recente do artista plástico e ilustrador Fabio Dudas. Desde 2012, sua poética transita pelo universo das reminiscências da infância, tema que norteia sua exposição de pintura e xilogravura.

CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

“Imaginário”, de Bruno Bachmann (Florianópolis/SC)

De 11/06 a 21/06 – das 8h30 às 17h30 – Galeria de Artes Scar

O artista apresenta desenhos e objetos de seu acervo, buscando aproximar o olhar infantil da arte contemporânea de forma inovadora: as obras instaladas na linha do olhar da criança e espalhadas pelo espaço possibilitam uma viagem lúdica pelo seu imaginário.

Bruno Bachmann trabalha fazendo uso de cores e traçados fortes. Busca alcançar uma certa harmonia nas cores que usa mesmo quando o que está desenhado é o caos. Tem inspiração na literatura, cinema, desenhos animados e música. Cria personagens que vão se modificando e aparecendo aos poucos, e podem ser vistos em mais de uma obra, criando assim uma narrativa que faz uma conversa aparentemente desconexa.

CLASSIFICAÇÃO: LIVRE